Poucos desfiles me emocionaram na vida, como esse me emocionou. Não só pelas peças que estavam lindíssimas, não só pelo cenário, mas talvez pela música inicial (e final) e talvez pela entrada final da noiva (bom, sou noiva agora, então tudo isso emociona mesmo). Um desfile completamente diferente do comum, mas normal para os novos tempos que estamos vivendo. A Chanel decidiu realizar o desfile como se fosse uma reunião de grandes amigas da marca. E quando falo grandes amigas, nomes como Penélope Cruz, Marion Cotillard e Caroline de Maigret (para quem gosta de moda e não conhece o trabalho de Caroline, recomendo fortemente que procure saber, pois ela é uma francesa de respeito dentro do mundo fashion).

As peças que Virginie Viard, diretora executiva da marca Chanel, criou para essa coleção, foram especiais. Não considerei nenhuma peça conceitual, portanto eu usaria praticamente a coleção toda. Acredito que muitas marcas estejam caminhando para esse rumo e peças de alta costura, mais usáveis (sempre teve peças que poderíamos usar, mas o número de peças conceituais reduziu bastante). Uma coleção de Primavera Verão que realmente parecia ser um passeio no campo. Viard disse que a coleção foi feita para ser uma espécie de “Casamento numa Vila francesa no interior” para realmente ter esse clima de campo, de leveza. “Uma celebração mais para o campo em uma vila do que no Ritz”, foram as palavras da própria Virginie. O local escolhido para o desfile foi o Grand Palais, um velho conhecido da marca. A decoração foram arcos de flores e folhas, tudo bem delicado e lindo, como um casamento no campo deve ser.

Peças com volume, mas ao mesmo tempo com movimento, representando a brisa suave de uma primavera no campo. As cores delicadas (mesmo as mais escuras) combinando com toda a modelagem de cada peça. Um espetáculo para os olhos, de verdade. Tivemos o clássico tweed da Chanel, e também tivemos Oxford Bags feitas com Tweed, o clássico casaco porém feito com paetês prateados, vestidos estilo princesa de alças e com bastante volume na parte de baixo (um dos meus favoritos), vimos saias de tule com muuuuito volume combinadas com uma camisa branca de seda (na minha opinião, um look moderno e perfeito que eu usaria todos os dias), vimos muitas referências à história da Coco Chanel, onde ela usava de forma maravilhosa peças masculinas transformadas em femininas que todo mundo já sabe que era um estilo dela e isso segue.

Falando ainda do tweed, vimos muitos conjuntos de calças mais largas com regatas justas, ambos de tweed. Com aquela modelagem perfeita. Preciso falar também de um dos meus looks favoritos de todo o desfile. Uma saia de organza e chiffon, cheia de camadas e babados, de muitas cores como rosa, verde e azul claro, branco e preto, combinada com uma camisa branca e uma mini gravatinha borboleta. Eu simplesmente pirei nessa composição completa. Na questão dos vestidos, mesmo os mais elegantes com brilho, volume ou formas mais justas para marcar o corpo, estavam delicados e seguindo aquela sensação que disse sobre um passeio no campo.

Nos pés de muitas modelos, um clássico que também não desaparece. Em formato de ankle boots, uma bota branca com a parte da frente preta, como já foi visto em mules, scarpins, etc. Para quem ama marcas internacionais e sapatos, esse é um must have. Com relação aos tecidos, vimos seda, bastante organza, tules, tecidos fluídos que davam movimento às peças. Obviamente o tweed foi o mais visto. Na cartela de cores, vimos tons mais escuros como preto e cinzo, depois os tons mais claros como offwhite, branco, tons pastéis e até algumas peças pinks, prateadas, vermelhas. Mas mesmo quando a peça tem um tom mais forte, existem outros tons para contrapor. A noiva Chanel foi a última que entrou, para finalizar o “casamento do campo” que Virginie criou para essa coleção.

Em resumo, o desfile da Chanel foi perfeito. Um desfile que eu usaria absolutamente todas as peças, adorei todos os bordados, todos os tweeds, todos os tecidos, todos os babados, todas as formas, todas as combinações, produções e tudo mais. Vai demorar um tempo para que eu possa me recuperar e parar de assistir ao vídeo do desfile (hahahaha). Chanel, you have my heart! <3